Calendário

por Fabio Hernandez Caires Santana


Desejando
     o passado,

subestimo
     o futuro.

Na prisão do
     calendário,

um velho sonho
      é o muro.

Anúncios