O teatro do retrato

por Fabio Hernandez Caires Santana

Habito o hábito
de parar e reparar,
ler o verso ao inverso,
e decorar a cor de cór.

A tradução da contradição
é minha venda que não desvendei.

Não revelo só o que é belo,
mas sou tudo aquilo
que retenho na retina.
Sou objeto de minha objetiva.

Anúncios